Follow by Email

domingo, 28 de junho de 2009

Louvor ao Estudo

Estuda o elementar: para aqueles cuja hora chegou não é nunca demasiado tarde. Estuda o abc. Não basta, mas Estuda. Não te canses. Começa. Tens de saber tudo. Estás chamado a ser um dirigente. Freqüente a escola, desamparado! Persegue o saber, morto de frio! Empunha o livro, faminto! É uma arma! Estás chamado á ser um dirigente. Não temas perguntar, companheiro! Não te deixes convencer! Compreende tudo por ti mesmo. O que não sabes por ti, não o sabes. Confere a conta. Tens de pagá-la. Aponta com teu dedo a cada coisa e pergunta: "Que é isto? e como é?" Estás chamado a ser um dirigente. Bertolt Brecht

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Câmara Legislativa aprova passe-livre para estudantes

Noelle Oliveira Publicação: 23/06/2009 20:38 Atualização: 23/06/2009 21:54 Os estudantes do DF estão mais próximos de terem o passe estudantil integralmente custeado pelo governo local. Foi aprovado nesta terça-feira (23/6) na Câmara Legislativa o projeto de lei 1.245/09, de autoria do Executivo, que garante o direito ao benefício. A iniciativa recebeu voto favorável dos 21 deputados distritais presentes na Casa e, agora, segue para a sanção do governador José Roberto Arruda para entrar em vigência.O projeto foi aprovado com a inclusão de 12 emendas que possibilitaram um maior alcance para o benefício como, por exemplo, a extensão do direito ao passe para alunos de todos os níveis -- estágios, pós-graduação e pré-vestibulares -- além da inclusão dos sistemas de metrô e micro-ônibus. Outra novidade são 16 passes extras que serão concedidos para serem usados livremente pelos estudantes, mesmo em dias não-úteis. O benefício também possibilitará a seus usuários o direito de ter acesso à meia-entrada em salas de espetáculos. Como foi ampliado, o passe livre contará com uma fiscalização de uso mais efetiva. O aproveitamento indeterminado do benefício poderá levar o beneficiário a perder o direito, bem como a responder a um processo administrativo.De acordo com o projeto, o passe gratuito valerá para todos os alunos de escolas públicas e privadas, que moram ou trabalham a mais de 1km da unidade de ensino onde estão matriculados. Entidades estudantis reivindicam as passagens de graça há cerca de 10 anos.Direito à educaçãoOs estudantes receberam a notícia com empolgação e lotaram as galerias da CLDF para aplaudir a aprovação do projeto. Segundo dados apresentados pelo vice-governador Paulo Octávio, na ocasião da apresentação do projeto à CLDF, em maio deste ano, cerca de 1,3 milhão de estudantes usufruem atualmente do passe estudantil.Estima-se que o investimento para garantir o benefício será de R$ 3 milhões mensais. Na apresentação do projeto à Câmara, o vice-governador afirmou que a proposta seria um incentivo à educação. "Não queremos ninguém faltando aula por falta de vale-transporte. Nenhum aluno vai ter mais motivo para não ir às aulas", disse. Fonte:http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia182/2009/06/23/cidades,i=121054/CAMARA+LEGISLATIVA+APROVA+PASSE+LIVRE+PARA+ESTUDANTES.shtml

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Mais um Grêmio de Luta!

Na Escola Conselheiro Mafra, os banheiros a quadra de esportes e a cozinha estão interditados por estarem sem condições de uso. Esse problema, não é um problema somente do conselheiro Mafra, mas de muitas escolas de Joinville. A falta de verbas nas escolas públicas está as deixando caírem aos pedaços. O governo tem jogando milhões nas mãos de banqueiros, dinheiro que poderia ser investido nas escolas, saúde, emprego. Por esse motivo os estudantes do Conselheiro Mafra, que no último dia 2 de junho organizaram sua assembléia geral - para a fundação e aprovação do estatuto de seu grêmio estudantil, devem organizar-se contra a destruição da escola pública! A reunião marcou o início de uma mobilização, dizem os estudantes. Como disse a estudante Ana Paula Mendes, 14 anos: “eu vou participar do grêmio por uma escola melhor!”. A coordenadora da reunião, Ana Luiza Hemb, deixou claro quais serão os próximos passos: “organizar a chapa e construir um grêmio estudantil para lutar pelos estudantes.”

Como Vivem os Moradores de Rua?

Moradores de rua contam como fazem para sobreviver nas ruas de Joinville, com o inverno, preconceito e a repressão do poder público. Freqüentemente observamos pessoas aos “farrapos” circulando pelas ruas de nossa cidade. Uns pedindo esmola; outros dormindo pelos cantos, ao lado do banco, nas praças; alguns mendigos até conhecemos por estarem sempre no mesmo lugar. O que nunca fazemos é entender quem eles são e porque estão nessa situação. Adriano Souza, 32 anos é um dos moradores da rua em Joinville. Não tendo trabalho, não pude pagar um lugar para ficar e acabei tendo que morar na rua mesmo – afirma Souza. Que Trabalhava como servente de pedreiro e foi despedido há alguns meses. Uns de seus problemas é a aversão que as pessoas têm de moradores da rua. “As pessoas parecem ter uma visão agressiva de nós, não queremos nada, só ajuda”. Para Souza, o problema das pessoas que vivem na rua é a falta de oportunidade, muitas têm que trabalhar logo quando crianças e não tem como estudar. “As pessoas precisam de um lugar para ficar, uma casa e emprego. É o que o governo precisa fazer para nos ajudar”. Outra situação semelhante é a de Moacir de Souza e Jair de Souza. Os dois irmãos vivem de catar papelão e apesar de residência fixa, são obrigados a viver na rua, devido ao trabalho exaustivo. Os dois acordam todos os dias às 6h da manhã e voltam para casa às 03h da madrugada. “Dormimos na rua, às vezes, cansa muito sair às 6h, puxando o carrinho”. - conta Jair de Souza. Um dos problemas enfrentados pelos dois irmãos é os catadores estarem proibidos de fazer seu trabalho durante o dia, no centro. “Tem uns fiscais da prefeitura que nos proíbem de catar papelão, eles chegam batendo e dizem para irmos embora”. Os dois dizem que isso é um problema com os lojistas que não querem eles enfeando a fachada de suas lojas com seus carinhos. Os dois contam que agora no inverno se não tiverem lugar para dormir será muito difícil de catar papelão, “a madrugada é fria demais, nos cobrimos com papelão para espantar o frio, o cansaço dobra, ainda mais com a chuva.” Conta Jair. A partir do relato deles podemos entender como é a vida de alguns moradores da rua de nossa cidade. Uma parte da cidade que não vemos ou fingimos não ver, que precisamos mudar.

Fotos que tirei

Abaixo fotos que tirei no Cemitéiro dos Imigrantes, em uma saída de campo na aula de fotojornalismo.

Cemitério dos Imigrantes

Cemitério dos Imigrantes

Cemitério dos Imigrantes

Cemitério dos Imigrantes

Cemitério dos Imigrantes

Cemitério dos Imigrantes

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Programa da Chapa o DCE é pra Lutar!

Propostas A Chapa "DCE é pra lutar!" acredita que somente a conscientização, mobilização e organização dos estudantes pode mudar o rumo da situação atual na defesa dos seus direitos. Não somos vendedores de ilusões. Diante disso nos propomos a conscientizar e organizar os estudantes na luta: *Por uma gestão do Diretório Central dos Estudantes (DCE) independente: politicamente e financeiramente; ____________________ * Por um ensino público, gratuito e de qualidade para todos e em todos os níveis; ____________________ * Por mais verbas para a educação; ____________________ * Por verbas públicas para as universidades públicas; ____________________ * Pela ampliação das verbas do Art. 170; ____________________ * Pela Federalização da Univille; ____________________ * Pelo passe-livre estudantil, contra os aumentos das tarifas de ônibus e por uma empresa pública de transporte coletivo; ____________________ * Por um estudo competente da planilha de custos da Univille e contra os aumentos de mensalidades; ____________________ * Pela criação de uma política cultural do movimento estudantil, levando em consideração a presença de uma grande diversidade de manifestações artísticas e culturais na universidade; ____________________ * Pela reativação do Cine-DCE, como um espaço independente para a exibição de filmes; ____________________ * Pela reativação do SEBO universitário; ____________________ * Pela promoção de debates com temas pertinentes em nossa sociedade; ____________________ * Pela Criação de um Festival de Música Universitário; ____________________ * Pela ampliação e renovação do acervo da Biblioteca; ____________________ *Por uma universidade mais democrática: Paridade nos Conselhos já!; ____________________ *Por eleições paritárias para a reitoria.

Logo da Chapa da JR para o DCE da Univille

terça-feira, 2 de junho de 2009

SONETO XXV

Antes de amar-te, amor, nada era meu: vacilei pelas ruas e as coisas: nada contava nem tinha nome: o mundo era do ar que esperava. E conheci salões cinzentos, túneis habitados pela lua, hangares cruéis que se despediam, perguntas que insistiam na areia. Tudo estava vazio, morto e mudo, caído, abandonado e decaído, tudo era inalienavelmente alheio, tudo era dos outros e de ninguém, até que tua beleza e tua pobreza de dádivas encheram o outono. PABLO NERUDA