Follow by Email

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Ditador Haitiano Volta ao seu País.

No dia 18 de janeiro, o jornal O Estado de São Paulo notícia o retorno do ex-ditador haitiano, Baby Doc.

Baby Doc, chegou ao poder sucedendo seu Pai. E assim como ele, baby Doc assassinou, enriqueceu e deixou o povo na miséria. Conseguindo assim, o “reconhecimento pelo seu trabalho”. Foi um dos ditadores mais sanguinários da história do século XX!

Baby Doc. "fils de pute"
O Haiti, sempre foi um “mau exemplo”, afinal, eles não aceitaram serem escravizados. Para quem não sabe, o Haiti foi o primeiro país a ser torna livre da escravidão, em 1794. Enquanto no Brasil a abolição da escravatura, foi só em 1888.

Depois desse “crime”, de não querer continuar sendo escravos. O povo Haitiano viveu sobre um coturno. Hora, francês, americano e agora brasileiro.

Depois de enfrentar o terremoto, a cólera e as eleições conturbadas, atualmente. O povo Haitiano tem a visita de seu campeão. Sim o reconhecido por mortes, repressão e assassinatos.

Nossos Jornais, como sempre, partidários da “democracia” e da “liberdade de imprensa” *. Noticiam a Chegada de Baby Doc como uma visita “normal”. Vejam como o Estado de são Paulo encerra a sua matéria:

‘Quando ele (Baby Doc) estava no poder, o Haiti não sofria deste jeito’, disse Laurent Doulou, de 29 anos, que decidiu ir até o hotel ‘cumprimentar’ o ex-ditador. Doulou é o retrato de um Haiti muito diferente daquele deixado por Baby Doc em 1986. Com uma espectativa de vida baixa (68 anos) e uma alta taxa de natalidade (3 crianças por mulher), mais da metade dos haitianos não viveu sob o governo Baby Doc ou era criança quando ele fugiu para a França. ‘Mas todos sabem que o Haiti daquela época é muito melhor do que o de hoje. “‘“

Sim, com certeza o Haiti já esteve melhor no passado...

As mortes ocorriam somente por assassinato. Não havia terremoto e nem cólera. E antigamente eram os franceses, ou ingleses ou americanos. Agora! Têm esses e mais alguns! Todos chefiados por aquele país pentacampeão! Aquele do Pelé!

A nossa imprensa noticia o Haiti, como notícia nossas favelas. Caos! Caos! Caos!

E o exército e a polícia trazem sempre a ordem!

*fique claro, que a democracia deles é a democracia deles. E ninguém se mete!

João Diego.
20/01/11

Um comentário:

  1. Baby Doc Feat. Ben Ali
    Dá um bom rap, na batida da democracia arabe-americana.

    ResponderExcluir