Follow by Email

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Estudantes protestam contra aumento do ônibus em Joinville

Cerca de 300 estudantes da Escola de Educação Básica Presidente Médici, no bairro Boa Vista, protestaram na manhã desta sexta-feira contra o aumento de 12,2% nas tarifas do transporte coletivo. Estudantes do ensino médio paralisaram os estudos e se aglomeraram no pátio do colégio, onde representantes do Grêmio Estudantil e da Frente de Luta pelo Transporte Público coordenaram a ação. Johannes Halter, estudante de 17 anos, é presidente do Grêmio Estudantil do colégio há cerca de 6 meses. Para ele, somente com manifestações organizadas e a convocação dos estudantes, é possível conscientizar a população sobre os aumentos injustos. “Os políticos não vêem pessoas. Eles vêem votos. Então que sintam a pressão dos estudantes eleitores”, desafia. João Diego Leite, 21 anos é acadêmico de jornalismo, estava representando a Frente pela Luta pelo Transporte Público. Ele conta que o movimento existe há vários anos, mas que em 2003 tomou força com os constantes aumentos na passagem. “Esperamos chamar a atenção das pessoas para que elas se integrem ao movimento, que é legítimo e tem autonomia própria para parar as escolas”. Estudantes protestam contra aumento do ônibus em Joinville Cerca de 300 estudantes da Escola de Educação Básica Presidente Médici, no bairro Boa Vista, protestaram na manhã desta sexta-feira contra o aumento de 12,2% nas tarifas do transporte coletivo. Estudantes do ensino médio paralisaram os estudos e se aglomeraram no pátio do colégio, onde representantes do Grêmio Estudantil e da Frente de Luta pelo Transporte Público coordenaram a ação. Johannes Halter, estudante de 17 anos, é presidente do Grêmio Estudantil do colégio há cerca de 6 meses. Para ele, somente com manifestações organizadas e a convocação dos estudantes, é possível conscientizar a população sobre os aumentos injustos. “Os políticos não vêem pessoas. Eles vêem votos. Então que sintam a pressão dos estudantes eleitores”, desafia. João Diego Leite, 21 anos é acadêmico de jornalismo, estava representando a Frente pela Luta pelo Transporte Público. Ele conta que o movimento existe há vários anos, mas que em 2003 tomou força com os constantes aumentos na passagem. “Esperamos chamar a atenção das pessoas para que elas se integrem ao movimento, que é legítimo e tem autonomia própria para parar as escolas”. Fonte: http://gazetadejoinville.blogspot.com/2009/05/estudantes-protestam-contra-aumento-do.html

Um comentário:

  1. É João!
    São poucos que lutam sempre........
    .....
    Orgulho de te conhecer......

    ResponderExcluir