Follow by Email

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Vereador do PT lidera protesto contra aumento da passagem de ônibus em Joinville

Adilson Mariano juntou-se a 300 estudantes na frente da Prefeitura e espera que prefeito volte atrás na decisão de aumentar a tarifa Atualizada às 12h52min Cerca de 300 estudantes se reuniram na frente da Prefeitura de Joinville na manhã desta segunda-feira para protestar contra o aumento da passagem de ônibus. Alunos das escolas Celso Ramos, Tufi Dippe, Jorge Lacerda, João Rocha, Paulo Medeiros e Presidente Médici foram, em marcha, até o local com faixas e carro de som. O vereador Adilson Mariano (PT) também participou da mobilização ao lado dos líderes estudantis. O vereador pegou o microfone e fez coro com os alunos em protesto. — Nossa intenção é fazer uma pressão popular para que o prefeito tenha coragem de revogar esta decisão. No meu papel como político, vou tentar sustar este ato via Câmara de Vereadores. Um pequeno grupo de estudantes foi liberado para entrar no gabinete do prefeito e conversar sobre o assunto. Eles foram recebidos pelo secretário de Planejamento, Eduardo Dalbosco, e conversaram por mais de uma hora, mas não se contentaram com o desfecho da reunião. — Nós queríamos falar diretamente com o prefeito, mas ele não apareceu. Esta reunião não adiantou de nada, porque as reivindicações dos estudantes não foram ouvidas e também não tivemos garantias de um novo encontro com o Carlito — reclamou o coordenador do movimento Juventude Revolucionária, João Diego Leite, 21 anos. O vereador Adilson Mariano também deixou o gabinete insatisfeito pelos mesmos motivos. Já o secretário Eduardo Dalbosco explicou que o prefeito não compareceu à Prefeitura porque tinha uma reunião na Secretaria de Infraestrutura. Conforme Dalbosco, o encontro serviu para justificar mais uma vez a razão do aumento. — O Carlito já havia se reunido com os estudantes em outras oportunidades. Ele teve coragem para tomar uma atitude impopular como essa. A única garantia da Prefeitura é que iremos fiscalizar o sistema para que os preços sejam justos, mas sabemos que ninguém gosta de pagar mais — disse o secretário. A passagem de ônibus subiu para R$ 2,30 (antecipada) e R$ 2,70 (compra dentro do ônibus) a zero hora desta segunda-feira. O aumento de 12,2% concedido pelo prefeito Carlito Merss (PT) provoca reações desde que foi anunciado na quarta-feira. Na sexta, estudantes da Presidente Médici já tinham feito um protesto. Para esta segunda, 16 entidades estudantis, sindicais, políticas e de moradores da Frente de Luta pelo Transporte Coletivo programaram duas manifestações. A próxima iniciará às 18 horas. Fonte: http://www.clicrbs.com.br/anoticia/jsp/default.jsp?uf=2&local=18§ion=Geral&newsID=a2514123.xml

Nenhum comentário:

Postar um comentário